Depois de quase sete anos me sinto muito feliz em poder regressar mais uma vez ao Haiti. Lembro-me que a última vez que estive no país eu estava muito mal de saúde. Depois de uma viagem missionária a Cuba adquiri uma indisposição estomacal. Chegamos dois dias após o marcado a uma região de Cuba e, como muitos sabem, os cubanos não jogam nada fora, principalmente comida. E a mesma comida que iríamos comer em nossa chegada no dia certo foi a que comemos no dia que em chegamos. Passei muito mal em Cuba e fiquei escondido durante dois ou três dias em uma casa em Havana, capital cubana. E foi muito enfermo que viajei na companhia do pastor Silas de Souza até o Haiti. Confesso que da República Dominicana até a fronteira do Haiti foi um sofrimento muito grande, febre altíssima e completamente mal devido ao desconforto estomacal e a ulcera que havia arrebentado...