Missões na Colômbia

A conquista de um novo território

A Colômbia, conhecida mundialmente pela máfia do tráfico de drogas, cartéis e as FARC – Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, é um dos países alvo de nossos missionários na tarefa da evangelização mundial.

A missão transcultural é um desafio para todos que desconhecem as realidades culturais de algumas localidades. O despreparo e o medo não são empecilhos que detêm as ações de homens e mulheres que têm por objetivo a pregação do evangelho.

Através de duas missionárias, Cleuseni Lopes e Keyla Cordeiro, que corajosamente aceitaram o desafio e se disponibilizaram para a abertura do trabalho no país das guerrilhas, drogas e tráfico de armamentos. Os Gideões Missionários da Última Hora, adentram em um território perigoso, onde o evangelho, em sua Constituição Federal, não é reprimido, mas em algumas localidades quem ditam as normas são os grupos guerrilheiros que, sem nenhum respeito à integridade física de pastores e missionários, espancam, ameaçam e até mesmo matam os que anunciam Cristo.

48.747.632 de habitantes

  • Catolicismo romano (78%)
  • Protestantismo (16.7%)
  • Outras religiões (6.3%)
  • Sem religião (4.7%)

Contribuir

Colômbia

A Colômbia no noroeste da América do Sul, fazendo fronteira a leste com a Venezuela e Brasil, ao sul com o Equador e Peru, sendo o segundo país mais populoso da América do Sul. país é etnicamente muito diverso e a interação entre os descendentes dos primeiros habitantes indígenas, colonos espanhóis, africanos trazidos como escravos e imigrantes do século XX vindos da Europa e do Oriente Médio produziu um rico patrimônio cultural. (Wikipédia)

Nosso trabalho no Colômbia

Nossas missionárias não medem esforços para cumprir seu chamado, mesmo com o constante medo das ameaças e perseguições pelos guerrilheiros, levam a palavra do evangelho aos nativos da região. Uma das dificuldades que encontram é o entendimento dos dialetos que costumeiramente são usados na comunicação de alguns nativos. O Wayyu é um dos idiomas falados na região. O espanhol, como língua oficial colombiana, não é totalmente adotado pelas populações de comunidades distanciadas dos grandes centros urbanos.

A obra missionária tem crescido, cultos e visitas ao nativos são atividades diárias de nossas missionárias, muitas almas tem se convertido ao Senhor Jesus Cristo. O trabalho com as crianças é também uma paixão dessas ganhadoras de almas. Através da música, crianças são atraídas para os cultos em ar livre, pois as batidas ressoavam canções cristãs que tocavam os coraçõezinhos dos pequenos colombianos.

Em meio a tantas dificuldades, o foco não foi perdido. A meta é pregar a palavra, salvar almas, discipulá-las e prepará-las para o anúncio do evangelho.

O trabalho evangelístico na Colômbia permanecerá tendo o apoio dos Gideões Missionários da Última Hora, e você, querido leitor, é testemunha das grandes obras realizadas nesse país de cultura por nós desconhecida, mas que será transformada pelo pleno conhecimento do evangelho.

Fotos do campo missionário